sexta-feira, 4 de abril de 2014

As profissões mais infieis


Não sei até que ponto é que se poderão considerar fidedignas as estatísticas de um site de encontros extraconjugais, mas por outro lado sempre terão melhor conhecimento de causa que muitas outras entidades. Segundo o site "Ashley Madison" as profissões mais dadas a infidelidade nos casamentos são os vendedores (14.7%) e as donas de casa (19.6%).

Estes números têm por base um estudo que contou com mais de 8 mil homens e 5 mil mulheres em Espanha, que coloca na segunda posição os homens que trabalham por conta própria, e as médicas/enfermeiras no caso das mulheres.

O elemento fundamental em todos eles é aquele que facilmente salta a vista: a possibilidade de ter maior liberdade para gerir o seu dia de trabalho sem estar preso a horários rígidos. Embora não seja impossível, torna-se "logisticamente" bem mais complicado para alguém que tenha que estar numa linha de produção das 8h às 18h arranjar oportunidade para o que quer que seja... E como se costuma dizer, a "oportunidade" é meio caminho andado para realizar seja o que for.

Agora só fico com uma dúvida... no caso de uma prostituta, será que o seu trabalho contra como infidelidade, ou será apenas "trabalho"?

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails