quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Japão uniformiza símbolos sanitários para facilitar vida aos turistas


O Japão tem um fascínio por sanitas "high-tech" apetrechadas com todo o tipo de comodidades, como jactos de água quente e secador, mas nem sempre é fácil para os turistas interpretarem os símbolos dos botões. Algo que poderá ficar mais simples com a criação de um standard que vai unificar os símbolos entre todos os fabricantes.

As múltiplas opções já seriam suficientes para baralhar muitas pessoas, mas o caso complicava-se ainda mais pois cada fabricante usava os seus próprios símbolos, que poderiam variar e tornar ainda mais difícil a interpretação sobre se um botão iria secar o rabo... ou ejectar-nos da cadeira para fora.

A partir de agora, serão usados 8 pictogramas que se esperam vir a tornar standard a nível mundial e que significam: descarga do autoclismo (grande); descarga do autoclismo (pequena); levantar a tampa da sanita; levantar o assento da sanita; parar tudo; jato de água para o rabo, jato de água frontal, e secador.

... Uma medida que poderá certamente simplificar a vida a muitos turistas por altura dos Jogos Olímpicos em Tóquio em 2020.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Indiano recolheu 50kg de pregos de uma estrada ao longo de 5 anos


Quem já tiver tido um furo num pneu por causa de um prego, irá certamente ter total solidariedade com Benedict Jebakumar, que desde 2012 já recolheu mais de 50kg de pregos de uma estrada em Bangalore, Índia.

Benedict ficou intrigado com o facto de ter um número anormalmente elevado de furos quando passava por uma determinada estrada, que curiosamente tinha nas suas margens um número anormalmente elevado de lojas de reparações de pneus. Após uma inspecção mais cuidada, viu que a estrada estava repleta de pregos. Depois de denunciar o caso às autoridades, sem qualquer efeito prático, decidiu tratar ele próprio do assunto, e desde então que se tem dedicado a manter a estrada limpa de pregos.


Para isso usa uma cana de pesca modificada com um íman na ponta, e ao longo dos últimos anos já "pescou" mais de 50kg de pregos. Nalguns dias a pesca é tão frutífera que enche completamente os sacos e tem que regressar mais tarde para apanhar o resto.

Para ser mais insólito... seria apenas vê-lo a vender estes pregos novamente aos donos das lojas de reparação de pneus! ;)

sábado, 14 de janeiro de 2017

Família procura ama para dar a volta ao mundo


Têm jeito para tomar conta de crianças, mas também querem ver o mundo? Uma família poderá ter a solução que procuram, pois vão passar um ano a viajar pelo mundo e procuram uma ama para os acompanhar.

Muitos têm criticado o valor do ordenado ($1200-1500) dizendo que é demasiado baixo, mas a família refere que a pessoa seleccionada terá "tudo pago", incluindo o alojamento, viagens, comida, etc. Para além de que continuará a ter direito a dois dias de folga por semana, para fazer o que quiser.

... Parece-me uma oportunidade de luxo para quem quiser uma mudança de ares... pena é que existam mais de 19 mil pessoas que também pensam o mesmo, e que já forçaram a família a encerrar as candidaturas (que estavam previstas permanecer abertas até à próxima semana).


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Guerra contra as máquinas já se repetiu no séc. XIX


Numa altura em que o séc. XXI se confronta com a perspectiva de robots e inteligência artificial começarem a roubar cada vez mais postos de trabalho, será interessante recuar até ao século XIX, altura em que também muitos trabalhadores combateram a adopção das primeiras máquinas automáticas e a industrialização.

Curiosamente, parece que a vida dos trabalhadores fabris na área dos tecidos era bastante pacífica antes da chegada das máquinas, com alguns a trabalharem apenas 3 ou 4 dias por semana. A chegada das máquinas veio retirar-lhes o poder de "fazerem o que queriam", pois as fábricas começaram a depender apenas das máquinas e não (tanto) das pessoas, e isso foi obviamente combatido por aqueles que queriam manter as coisas como estavam.

Esperemos que desta vez, a nova revolução das máquinas possa permitir que a vida dos que trabalham possa regressar aos níveis pré-XIX, no sentido em que possam decidir "trabalhar quando querem", e - ao terem mais tempo livre, promoverem todo um novo conjunto de outras actividades que possibilitem preencher e cultivar a mente humana nas áreas em que as "máquinas" não chegam.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

BionicGym deixa qualquer pessoa correr uma "maratona" sem sair do sofá


Gostavam de derreter todos os excessos do Natal sem terem que sair do sofá? Eis que surge mais um projecto milagroso no Indiegogo que promete queimar calorias sem trabalho nenhum... recorrendo a um simples princípio: tremer.

O BionicGym é um sistema de estimulação eléctrico dos músculos, mas que promete ser bastante mais evoluído que outros sistemas com eléctrodos, conseguindo replicar o "tremer" que o nosso corpo usa para se aquecer quando temos frio. Disponível em várias intensidades, o sistema permite que se gaste cerca de 1000 calorias por hora - mas não se ponham com ideias, pois para manter esses níveis teriam que já ter uma preparação física de alto nível, com a frequência cardíaca a manter-se sempre acima dos 150bpm durante todo o período, e mais de 180bpm durante meia-hora!

Se calhar, aproveitando o tempo do Inverno, será mais simples abrirem as janelas e deixarem que seja o frio a fazer-vos tremer... e já poupam os $349/379 pedidos por este aparelho. :)


Related Posts with Thumbnails