sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Mulher procura guia espiritual para tomar as decisões por si


Uma britânica tem estado tão descontente com o rumo que a sua vida tem levado, que está disposta a pagar £2000 por um guia espiritual que tome as decisões por si, durante um mês.

É um pedido estranho, mas com o qual alguns se poderão tornar mais solidários, depois de saberem que: ficou sem dinheiro por ter confiado num amigo, ficou perdida e sem dinheiro num país estrangeiro, foi roubada, e teve numa relação abusiva - e tudo isto apenas nos últimos 12 meses. Talvez isso ajude a explicar porque motivo se sente com necessidade de encontrar um novo rumo. Para os que estiverem interessados, o compromisso implica estar permanentemente disponível para a auxiliar nas suas decisões.

... Esperemos é que daqui por mais alguns meses, não esteja de regresso, tendo acrescentado à lista de desaires o "ser enganada por uma pessoa que lhe levou £2000 para tomar as decisões por si"! (Quanto aos candidatos, algo me diz que isto é o tipo de trabalho que, ao fim de algumas horas nos estará a fazer pensar que "há coisas que nem por £2000 se está disposto a aturar"... :)

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Casal no Kuwait divorcia-se 3 minutos após casamento


Um casal no Kuwait garantiu os seus 15 segundos de fama ao se tornar no casal com um dos casamentos mais curtas de sempre, divorciando-se antes mesmo de saírem do tribunal onde validaram o seu casamento.

Foram apenas 3 minutos de vida casada, com a explicação oficial a ser que, a caminho da saída a noiva / esposa terá tropeçado, e o noivo / marido, em vez de a ajudar, a terá insultado de ter sido "estúpida" por ter escorregado.

... Essa poderá ser a explicação oficial, mas há quem refira que os muitos benefícios concedidos a recém-casados tem dando origem a uma enorme vaga de divórcios no país, com muitos casais a casarem apenas para obterem esses benefícios e divorciando-se de seguida.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Milionário procura montanha no Reino Unido para esculpir o seu rosto


Um milionário está disposto a pagar 12 milhões de libras por uma montanha onde possa esculpir o seu rosto. O invulgar pedido foi feito na plataforma HushHush, que se dedica a satisfazer todo os dispendiosos e extravagantes pedidos dos mais endinheirados - sendo que neste caso se trata de um cliente que já anteriormente fez pedidos bastante invulgares, mas que sempre conseguiram ser fornecidos.

Desta vez está a ser mais difícil, pois não existem muitas montanhas no Reino Unido disponíveis para venda, e ainda menos quando se considera que, para além do seu rosto, este senhor também se pretende fazer acompanhar pelo rosto da sua esposa, três filhos e o cão de família - numa versão familiar do bem conhecido Mount Rushmore nos EUA.

... Será que não se contentam em pagar apenas 1 ou 2 milhões, por uma escultura de tamanho portátil num paralelo de granito como os que por cá usamos no chão?

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Casal de idosos chileno mata-se para não ser encargo para a família


No Chile, um casal de idosos com 94 e 86 anos, decidiu acabar com a vida por não quererem estar dependentes da ajuda monetária dos seus filhos.

O casal era descrito como sendo pacato e feliz, e que nada fazia prever este desfecho ao fim de 62 anos de casamento, do qual resultaram quatro filhos e sete netos. A família continua em choque, mas infelizmente este não é um caso isolado. No Chile tem-se assistido a um número significativo de suicídios entre os idosos, efeito que ainda poderá ser atribuído à ditadura de Pinochet, que deixou grande parte da população sem direito a reforma de valor suficiente para manter uma vida digna, a não ser que contem com a ajuda de familiares.

Neste caso, parece que o problema não terá sido a falta dessa ajuda, mas sim o facto de - por qualquer motivo - não quererem ser um encargo para os seus filhos e netos...


Diz-me que uma sociedade pode ser facilmente descrita pela forma como trata os seus idosos - e se assim é, fica mais uma vez demonstrado que muito há por fazer, para garantir que este crescente segmento da população não se sinta um "encargo".

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

O custo de não gastar água na Figueira


Dois meses. Zero metros cúbicos de água consumidos. Conta de 29.41 euros para pagar.


[via Twitter]
Related Posts with Thumbnails