terça-feira, 3 de maio de 2016

Koskenkorva - a terra "fantasma" devida ao seu nome (e ao vodka)


A pequena povoação de Koskenkorva, na Finlândia, está numa posição peculiar... pois a terra produz uma dos mais populares marcas de vodka, que está associada ao seu nome, e devido às restrições de publicidade sobre bebidas alcoólicas, faz com que o seu nome seja uma palavra "proibida" de mencionar em praticamente qualquer meio de comunicação.

Mais problemático é o que acontece com as pessoas que lá vivem, e que também têm que lidar com os problemas de viver numa povoação cujo nome é sinónimo de vodka e olhado com alguma estranheza, e que os levou à uma manobra mediática para tentarem aumentar o reconhecimento da sua terra: a criação de uma app, onde todos os utilizadores que a descarregarem terão direito a ter o seu nome imortalizado no "Grande Muro de Koskenkorva".

Publicidade ao vodka encapotado, ou tentativa séria de consciencializar o mundo para os problemas dos "nomes"? Isso será cada um a decidir...

>

domingo, 1 de maio de 2016

Sexo oral não constitui violação se a vítima estiver inconsciente - diz tribunal nos EUA


Boas notícias para os violadores que se contentarem com um broche. Nos EUA um tribunal absolveu um rapaz acusado de violar uma rapariga bêbeda e inconsciente, por considerar que a lei que descreve a "sodomia oral" não se poder aplicar a uma rapariga inconsciente.

O advogado de defesa ficou boquiaberto com a decisão do tribunal; e o resto do mundo ficará também a imaginar as repercussões deste caso, uma vez que isto parece abrir as portas para que qualquer violador só tenha primeiro que enfrascar a sua vítima, e de seguida fazer o que lhe apetecer.

... Por outro lado, temos que nos recordar que este é o país que teve o Presidente Bill Clinton a afirmar publicamente que os broches não constituem uma relação sexual, pelo que se calhar já será indicativo de um problema bastante mais grave e profundo (e enquanto isso, ver um mamilo é que não, que isso é que é chocante!)

sexta-feira, 29 de abril de 2016

O estacionamento "anormal" - Associação Salvador


As nossas cidades são uma selva no que diz respeito ao estacionamento indevido. Algo que já se tornou tão "normal" e comum, que quem o faz já se sente no direito de o fazer, porque afinal... "são só 5 minutos".

A Associação Salvador fez uma campanha muito bem conseguida onde, pelo meio de algumas câmaras escondidas, alguém deixava ficar um papel no carro, informando que tinha batido no carro e com um número de telefone de contacto. Para os que foram apanhados, o momento inicial era de receio de ser uma multa, seguido do alívio de não o ser, para de seguida passar à irritação por alguém ter batido no seu carro.

Só que quando ligavam para o número de contacto e a pessoa lhes dizia que ia já ter com eles, mal podiam imaginar o que estava prestes a acontecer.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Passatempo da "A Tarde é Sua" da TVI desmascarado em directo


Quem ainda tivesse alguma esperança de que os passatempos na TV funcionavam de forma séria, teve essa noção despedaçada quando no programa "A Tarde é Sua" da TVI, um pequeno lapso técnico permitiu ver inadvertidamente todos os prémios que se escondiam por trás das opções disponíveis.

... O problema, é que em nenhuma delas estava o prémio principal que era anunciado - um automóvel - o que coloca este incidente ao nível do da famosa "bola zero" do Totoloto. ;P

segunda-feira, 25 de abril de 2016

As 7 mortes mais irónicas da História


Como se costuma dizer: para morrer basta estar vivo. Mas, por vezes a morte chega de formas bastante irónicas, e hoje trago-vos uma lista de mortes capazes de causar calafrios e mostrar que tudo é possível.

  1. Jimi Heseldon, dono da Segway, morreu ao cair de um penhasco enquanto andava num Segway.
  2. Garry Hoy, advogado, morreu ao tentar demonstrar a um grupo de estudantes que o vidro numa janela de um arranha-céus era inquebrável. Atirou-se violentamente contra uma das janelas no 24º andar; o vidro não partiu, mas a própria janela soltou-se da fachada e Hoy caiu para a sua morte.
  3. Jerome Moody afogou-se numa piscina durante uma festa. A ironia é que era uma festa de nadadores-salvadores a celebrar o fecho de uma época de férias sem vítimas mortais.
  4. Michael Anderson Godwin, foi um assassino condenado à cadeira eléctrica, mas que viu a sua sentença comutada para prisão perpétua. Morreu electrocutado acidentalmente quando se sentou na sanita metálica na sua cela devido a um problema na instalação.
  5. Jim Fixx, atleta e escritor de um livro famoso sobre os benefícios do jogging, morreu de um ataque cardíaco enquanto fazia jogging.
  6. Fagilyu Mukhametzyanov foi erradamente pronunciada morta pelos médicos; mas veio a morrer devido a um ataque cardíaco devido ao choque de ter acordado durante o seu próprio funeral.
  7. Clement Vallandighan, advogado, morreu ao tentar demonstrar em tribunal que o seu cliente era inocente e que a vítima podia ter dado um tiro em si próprio. Durante a demonstração acabou por dar um tiro em si próprio. Morreu... mas ganhou o caso.
Related Posts with Thumbnails