terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

A solução para os mijadores de rua


Poderia pensar-se que numa sociedade civilizada já não se teria que conviver com pessoas que pensam que qualquer recanto é perfeito para servir de urinol, mas a verdade é que há locais onde isso parece ser uma praga difícil de combater. Talvez a solução seja a aplicação deste sinal... que poderá ter um efeito mais eficaz que qualquer outra forma de repressão: a simples referência de que o local está a ser vigiado por câmaras e que os prevaricadores serão automaticamente enviados para o YouTube.

Como se costuma dizer: para grandes males... grandes remédios!

domingo, 7 de fevereiro de 2016

A casa dos smartphones perdidos


Quem perder um smartphone nas imediações de Atlanta, tem grandes hipóteses de descobrir que os serviços de localização anti-roubo colocam o seu smartphone numa casa bem específica, que parece ser um centro magnético para estes dispositivos.

Quando um smartphone é roubado ou perdido, o seu dono irá certamente recorrer ao serviço de localização disponível em praticamente todas as plataformas, para tentar encontrá-lo. Só que essa útil função tem-se tornado numa enorme dor de cabeça para um casal nos subúrbios de Atlanta, pois sem se perceber bem porquê, grande quantidade de smartphones roubados/perdidos indica estar precisamente na localização da sua casa.

A primeira visita foi uma família bastante irritada, que lhe foi bater à porta exigindo que devolvessem o seu smartphone. Nessa altura, pensavam que teria sido um caso isolado; mas dois meses mais tarde, novo caso de pessoas a perguntarem pelo seu smartphone; e pouco depois já eram múltiplas pessoas a fazerem o mesmo por mês, resultando em mais de uma dúzia de casos durante o ano de 2015 - e onde alguns continuaram a ficar bastante desconfiados com o casal.


Pior ainda, houve também um incidente em que foi a própria polícia a bater-lhes à porta (e a tirá-los de casa) quando um smartphone de uma jovem desaparecida também reportava a sua localização como sendo nesta mesma casa; não os deixando entrar em casa durante várias horas, por serem considerados suspeitos e o local ser potencialmente uma cena de um crime.

Tentativas de perceber porque motivo tantos smartphones desaparecidos e roubados indicam estar neste local continuam a não ter resposta, uma vez que isso acontece com equipamentos de múltiplas marcas e operadores. Uma coisa é certa... se se costuma dizer que existe um pote de outro no fim do arco-íris; aqui podemos dizer que é a casa onde todos os smartphones perdidos vão parar... ;P


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Mais 4% em cima das compras com cartões?


Depois de se popularizarem os cartões de pagamento para um maior comodismo, eis que começa a chegar a factura. Como se já não bastassem as comissões que têm que se pagar aos bancos (e as anuidades inflacionadas para se ter um cartão), também o governo quer agora uma comissão de 4% sobre os pagamentos com cartão.

Não é que ache má a ideia... mas se querem cobrar 4% sobre os pagamentos, então que tal baixar o IVA em 4%? Ou vamos ter que pagar taxa para pagar impostos?

Se calhar seria melhor pensado estabelecer um tecto máximo para as comissões aplicadas sobre pagamentos electrónicos, para evitar abusos por parte da banca sobre os comerciantes... não?

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Aumentos de ordenado de 150% (mas só para alguns)


Parece que se pode dizer com toda a segurança que a crise em Portugal já passou, pelo menos para alguns administradores da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), que ajustou o salário dos gestores em mais cerca de 150%.

Entre vencimento o vencimento fixo e um abono mensal para "despesas de representação", estamos a falar de valores superior a 16 mil euros por mês, e que a ANAC justifica por ter usado como referência o valor de remuneração do governador do Banco de Portugal. Ora, se calhar o problema da maior parte do país é precisamente o de estar a usar referências erradas para os cálculos de tudo o que faz...

Solução: passar a usar a remuneração do governador do Banco de Portugal (13200 euros) como referência para o salário mínimo. E para não dizerem que é excessivo, acho que os portugueses nem se importarão que seja de apenas 25% desse valor. Pronto, assunto arrumado (e nem vamos entrar nas questões de querer saber se quem está à frente do Banco de Portugal está realmente a cumprir com as suas funções, considerando todo o descalabro que tem existido na Banca, repetidamente, e aparentemente sem que o Banco de Portugal se aperceba de nada, dizendo sempre e apenas que "está tudo bem.")

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Fevereiro em Portugal

... O que vale é que é mês de Carnaval, e portanto ninguém leva a mal. Certo?
Related Posts with Thumbnails