sexta-feira, 27 de maio de 2016

Facebook proíbe foto de modelo obesa por violar as suas políticas de publicidade


O Facebook já tem sido repetidamente criticado pela censura que aplica nas suas páginas (livrem-se de lá tentar mostrar um mamilo feminino), e agora parece que também tem problemas quanto às modelos que têm alguns quilos a mais do que o considerado "normal".

A foto de Tess Holliday deveria ser utilizada num anúncio a promover a aceitação do corpo tal como ele é, mas o Facebook baniu a imagem por considerar que a mesma violava as suas regras de "bem estar". Regras que curiosamente pretendem evitar anúncios que promovam a obtenção de um corpo perfeito inatingível - mesmo se neste caso o objectivo era precisamente o oposto, e de tentar consciencializar as pessoas para a discriminação contra pessoas obesas.

Entretanto o Facebook já veio pedir desculpa pelo sucedido, ao ter dito que a imagem mostrava um corpo "indesejável" (a modelo em bikini)... mas fica a pergunta sobre se o Facebook terá uma tabela de medidas corporais que considere "desejáveis", e se for o caso, então que a revele publicamente. :P

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Qual o futuro dos trabalhadores numa sociedade onde robots são melhores e mais baratos?


A revolução industrial veio revolucionar a indústria produtiva, mas agora aproximamos-nos de uma nova revolução que - como sempre - causa bastantes preocupações: como será a sociedade numa era em que a maioria dos postos de trabalho sejam substituídos por máquinas e robots?

A questão é pertinente e não terá uma única resposta. Há que relembrar que sempre que existe alguma (r)evolução tecnológica isso origina grandes alterações (não é preciso recuar muito para chegarmos a uma época em que o óleo de baleia era uma indústria à escala mundial - e que isso será desconhecido de grande parte das pessoas hoje em dia). E, quando algo assim acontece, o que se passa é que desaparecem umas indústrias e surgem outras, novas, no seu lugar.

É de imaginar que tal volte a acontecer com a chegada da "robotização" e da inteligência artificial, mas provavelmente a uma escala ainda maior. Imagine-se uma era em que os robots serão capazes de fazer tudo o que um ser humano consegue, mas melhor e de forma mais barata; e que teremos inteligências artificiais que conseguirão também ocupar grande parte dos trabalhos que ainda restavam? O que restará então à raça humana fazer? Divertir-se? Consumir conteúdos o dia todo?

Ninguém saberá... mas espero que em vez de ser percursor de um mundo dividido entre privilegiados rodeados de máquinas e "os outros"; sirva para minimizar essas diferenças e inspirar-nos a criar objectivos ainda mais ambiciosos que por agora nem se consigam imaginar.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Homem retira mamas de silicone 20 anos depois de ter ganho essa aposta


Há quem seja capaz de fazer tudo por uma aposta; que o diga Brian Zembic, apostador inveterado, que em 1997 foi desafiado por amigos de que não seria capaz de colocar implantes mamários e mantê-los durante 1 ano. Um desafio que superou e lhe rendeu 100 mil dólares, e que (ainda mais curiosamente) decidiu assumir permanentemente até agora.

Embora a aposta fosse para manter as mamas durante um ano, Brian acabou por se afeiçoar ao seu novo "volume peitoral" e decidiu mantê-las indefinidamente ao longo dos anos. Só agora, 20 anos passados, é que decidiu que finalmente estava na hora de regressar ao peito liso do corpo masculino (embora exista um número crescente de homens que por vezes parecem não precisar de implantes para superar os seios femininos.)

Agora a grande questão: seriam capazes de fazer o mesmo, para ganharem 100 mil dólares?


sábado, 21 de maio de 2016

Político cristão conservador auto-incrimina-se nos screenshots que partilhou


Mike Webb é (era?) um candidato ao Congresso nos EUA, mas uma sua partilha no Facebook que visava denegrir os seus oponentes acabou por se virar contra ele próprio. Quando partilhou uma captura de ecrã com a qual pretendia demonstrar que os oponentes o estavam a assediar com telefonemas falsos, esqueceu-se que, para além de revelar o seu próprio número de telefone e a sua morada (e que usa o Yahoo! para pesquisas!) deixou inadvertidamente visíveis as outras páginas que tinha aberto no seu browser: páginas essas que, sem quem qualquer margem para dúvidas eram de actrizes porno.


Ora... páginas pornográficas na internet é coisa que não falta, mas neste caso tornam-se mais pertinentes por se tratar de um político conservador e cristão, que está constantemente a pregar a "moralidade e os bons costumes".

Ao contrário dos médicos, que se poderão defender com o "faz o que eu digo e não o que eu faço", não me parece que neste caso isso se possa aplicar à dita moralidade de um político.

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Catarina Martins "apanhada" em programa da SIC


O programa "E se fosse consigo?" da SIC coloca cidadãos em situações inesperadas para apanhar as suas reacções, mas desta vez tivemos um caso especial, pois uma das pessoas apanhadas foi Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda.

A situação era a de um jovem a maltratar a sua namorada em público, e enquanto algumas pessoas passavam indiferentes, Catarina Martins teve um comportamento exemplar, oferecendo auxílio imediato à jovem e tentando dialogar e resolver a situação.

Independentemente do partido, é refrescante ver um político que não se faz passar por uma coisa em público, mas que depois na sua vida privada é algo completamente diferente. Neste caso, acho que fica mais que demonstrado o tecido moral de Catarina Martins - e que sirva de exemplo a todos os outros que carregam nos seus ombros o dever e obrigação de fazerem o melhor que podem pelos Portugueses.

Fica a incógnita sobre como teriam reagido muito outros políticos da nossa praça a esta mesma situação...

Related Posts with Thumbnails