quinta-feira, 16 de abril de 2009

O Outro Lado dos Piratas da Somália

Porque todas as questões têm dois lados, e qualquer pessoa tem o dever (e o direito) de não acreditar cegamente em tudo o que lê e ouve na comunicação social, este artigo sobre os "piratas" da Somália torna-se de leitura obrigatória.

Não é que não existam efectivamente "piratas" criminosos cujo único intuito seja apoderar-se de todas as embarcações de valor, mas quando nos começam a falar de barcos europeus a despejarem resíduos tóxicos nas suas águas, e de pesca ilegal em grande escala que faz com que todo um país passe fome... humm... pelo menos pode ser que nos faça pensar duas vezes.

É muito bonito viver à grande e à francesa na Europa, sem termos que nos preocupar com onde é despejado o nosso lixo; é muito bonito esgotar os nossos recursos marítimos, para depois ir roubar peixe em países menos desenvolvidos.

Devia fazer parte da formação de todos os chefes de estado, uma estadia em órbita a bordo da estação espacial, para perceberem de uma vez por todas que vivemos todos no mesmo planeta, e que estar a despejar lixo noutro país é o equivalente a tirar o lixo da cozinha para o despejar na nossa varanda.


Tal como comecei por dizer que não se pode acreditar em tudo o que se lê, não sei se aquele artigo será inteiramente verdade... mas o objectivo é levantar essa dúvida e fazer com que se pense sobre tudo isto.

(Verdade ou não, o que é certo é que notícias como esta, que dizem que o atum mediterrâneo pode desaparecer até 2012 parecem dar credibilidade àquela suposição.)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails