sábado, 18 de agosto de 2018

Família descobre que cão que comprou era apenas "alugado"


Depois dos esquemas dos empréstimos fraudulentos nos quais as vítimas apenas iam pagando os juros, eis que dos EUA nos chega outra aberração. Uma família que pensava ter comprado um cão e optada pelo pagamento a prestações, descobriu que afinal só o estava a alugar, tendo que pagar mais umas centenas de dólares adicionais caso queira ficar com ele.

O cão custava 1200 dólares e como não podiam pagar a totalidade, optaram pelo pagamento a prestações de um serviço chamado Wags Lending. O que não sabia era que o monte de papelada que assinaram dizia que o serviço era um "leasing", e que no final dos pagamentos (23x $145) teriam que pagar mais $338 adicionais para ficarem com o cão... ou ele seria "retomado".

... Para além de ser um esquema censurável, pergunto-me também como é que alguém se mete a comprar um animal de estimação que não pode pagar (e acabando por pagar quase três vezes mais do que ele custa!) quando existem tantos animais disponíveis que são oferecidos gratuitamente, ou disponíveis para adopção.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails