quarta-feira, 2 de maio de 2018

Portugal "troca" moedas de 2€ por moedas de 1 e 2 cêntimos


Pode dizer-se que Portugal já saiu da "crise", mas não deixará de ser interessante comprovar as evidências do "mundo real", como a necessidade de levar a cargo a maior operação relativa o moedas (físicas) desde a introdução do euro, com o Banco de Portugal a comprar 272 milhões de moedas de um e dois cêntimos à Irlanda, vendendo-lhes 2.1 milhões de moedas de dois euros em troca.

Na prática, Portugal trocou moedas de 2 euros por moedas de 1 e 2 cêntimos, sendo que estas últimas são moedas com bastante utilização em Portugal (por conta dos muitos preços a "9.99 euros"), enquanto que na Irlanda predomina a regra do arredondamento, dispensando a utilização das moedas de cêntimos.

Embora isto volte a remeter que em Portugal se continua a ser um país de "tostões" (leia-se: cêntimos) enquanto outros países da Europsa são os verdadeiros países de "euros", Portugal aproveita para dizer que tecnicamente foi um negócio vantajoso, já que o custo de fabrico das moedas de 1 cêntimo é 65% superior ao seu valor facial... pelo que fica mais barato "comprar" as moedas de cêntimo a 1 cêntimo - como aqui aconteceu - do que produzi-las.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails