segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Artista polaco passou 46 anos a pintar números até ao infinito


Se para alguns artistas encontrar inspiração sobre o que pintar será um problema, esse não seria seguramente o caso de Roman Opalka, um pintor polaco que em 1965 decidiu começar a pintar números do 1 até ao infinito.

O seu "1965/1-∞" consiste numa série de quadros que foi pintando ao longo de mais de quatro décadas, sendo que desde logo saberia que se trataria de uma missão impossível, pois o infinito seria sempre impossível de atingir. Ainda assim, esperava que ao menos viesse a conseguir chegar ao número 7,777,777 - coisa que também não foi possível atingir, e que servirá para demonstrar a curta existência da vida humana quando posta em perspectiva numérica.

Quando morreu em 2011, Opalka tinha apenas conseguido chegar ao 5,607,249 numa altura em que já estava a pintar números brancos sobre uma tela branca (depois da sua decisão em 1972 de começar a tornar cada tela - inicialmente com fundo a preto - 1% mais branca).

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails