domingo, 30 de abril de 2017

Homem queixa-se de semáforos - é multado por não ser engenheiro


Mats Järlström pode ter um curso de engenharia na Suécia e desempenhar funções profissionais de "engenharia", mas para o estado de Oregon nos EUA isso não importa, e em resposta à reclamação que fez da temporização dos semáforos enviou-lhe uma multa de $500 por não ser engenheiro.

O sueco que actualmente reside e trabalha nos EUA pôs em causa a temporização dos semáforos depois da sua mulher ter sido multada num e ele ter analisado mais cuidadosamente os padrões dos mesmos, chegando à conclusão de que os mesmos estariam mal ajustados, promovendo as multas
a custa da segurança dos condutores. Mats enviou uma carta ao município disponibilizando-se para apresentar as suas conclusões, mas em resposta obteve uma multa de $500 por não ser engenheiro.

O estado de Oregon descartou por completo o conteúdo da carta e reclamação, e optou por focar-se apenas na frase em que Mats se apresenta como sendo engenheiro, e dizendo que é ilegal alguém praticar "engenharia" sem ser um engenheiro registado e reconhecido pelo estado.


... Dá que pensar quanto é que uma medida idêntica renderia cá em Portugal, com tantos "inginheiros" que temos! :)



Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails