quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Finlândia vai pagar subsídio €560 aos desempregados - mesmo que trabalhem


A ideia de pagar um subsídio mínimo a todos os cidadãos, independentemente de trabalharem ou não, volta a ser posto à prova na Finlândia. O país vai fazer um teste, pagando um subsídio de €560 a dois mil desempregados, durante dois anos, independentemente daquilo que fizerem (continuarem desempregados ou arranjarem emprego).

Embora uns digam que isto promove que os visados continuem no desemprego, a medida visa promover a aceitação de trabalho. Já que nos moldes actuais, os desempregados optam por recusar empregos com salários reduzidos ou de curta duração. Tendo a garantia de que o subsídio continuará a ser pago, poderá ser mais provável que aceitem empregos que de outra forma não considerariam... (Mas vamos lá ver se isto não descamba para um mercado onde os empregadores baixam os salários já a contar com o "extra" pago pelo estado!)

De qualquer forma é preciso ver que, por muito que fosse atractivo para nós receber 560 euros sem fazer nada, na Finlândia o ordenado médio é de cerca de 3500 euros; pelo que o valor subsidiado é bastante menos apelativo quanto poderá parecer à primeira vista.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails