terça-feira, 9 de agosto de 2016

Turista chinês passa 12 dias num campo de refugiados na Alemanha por engano


Se forem para a Alemanha tenham cuidado com o que fazem caso vos roubem os documentos. Um turista chinês descobriu isso da pior forma quando, depois de lhe terem roubado o passaporte, preencheu aquilo que pensava ser um formulário a relatar o roubo, mas que na realidade era um pedido de asilo para refugiados.

O homem foi enviado para um abrigo de refugiados, e foram necessários 12 desesperantes dias até que o homem que só falava mandarim conseguisse esclarecer a situação - tendo sido necessária a ajuda de um funcionário de um restaurante chinês para servir de intérprete.

... Não me admirava nada que daqui por alguns meses esta aventura surreal dê um filme de cinema... Mas serve de alerta para todos os que viagem para países onde se possam ver perante dificuldades de comunicação idênticas.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails