sábado, 18 de julho de 2015

Um Groundhog Day da vida real


No filme Groundhog Day, Bill Murray acordava todos os dias regressando ao mesmo dia, para divertimento dos espectadores; mas mais uma vez temos a prova de que a realidade supera a ficção, e há um caso que, mesmo não envolvendo viagens no tempo, faz com uma pessoa esteja há mais de uma década presa no passado.

O caso é de um antigo soldado britânico que acorda todos os dias a pensar que está no dia 14 de Março de 2005, não conseguindo manter qualquer nova memória por mais de 90 minutos. Sempre que se deita e volta a acordar, para ele é como se o dia fosse mais um normalíssimo dia de Março de 2005. A situação tem fascinado os médicos, uma vez que não se consegue detectar qualquer problema visível com o seu cérebro, sendo que a aparente causa do problema (ter tido ao dentista no dia em que perdeu a memória) apenas serve para baralhar ainda mais a situação.

Para tentar lidar com o problema vai criando um diário electrónico que se vai acumulando ao longo dos anos, e que a cada dia lhe faz um "resumo" das coisas que ele considera pertinentes - sendo que muitas dessas coisas lhe causam admiração... a todo e cada novo dia.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails