sexta-feira, 24 de julho de 2015

Polícia "exemplar" confessa abuso sexual de menina de 4 anos


Se há quem duvide de que "as aparências iludem", não precisará ir mais longe do que este caso do agente Andrew Demers, polícia reformado que trabalhou durante mais de 26 anos no Maine (EUA) e recebendo o galardão de "Polícia do Ano" por duas vezes. Só que este "exemplo" para a sociedade acaba de confessar ter abusado sexualmente de uma criança de 4 anos, várias vezes.

O caso já seria chocante só por si, mas torna-se ainda mais aberrante por, devido ao seu estatuto de "boa pessoa" e de "exemplo para a comunidade"(!?!), o Tribunal ter achado que a vergonha por que está a passar já é penalização suficiente, condenando-o apenas a 4 anos de cadeia, da qual poderá sair bastante mais cedo por bom comportamento. Para além disso, terá que pagar de indemnização à família da menina violada a ridícula quantia de 5000 dólares.

Diz-se que a justiça é cega... mas neste caso parece que o abuso sexual de menores tem tratamento diferenciado caso seja feito por alguém que era considerado um exemplo para a sociedade. Rico exemplo que temos, de como tratar estes casos!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails