quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Aumento nos Transportes para Andar a Pé

As coisas continuam complicadas... as pessoas deixam de ter dinheiro para andar de automóvel próprio (os aumentos de combustível já se tornaram tão normais, que agora só voltarão a ser notícia quando passarem a barreira dos 2 euros!), e com todo e cada metro quadrado livre das cidades a receber parquímetros - por outro lado, com as autoridades a olhar com total indiferença a todos os atropelos à lei, com automóveis estacionados por todo o lado (e isso sim, seria método fácil de obter rendimentos rápidos) - as pessoas são obrigadas a andar de transportes públicos. Uma solução que, diga-se, é benéfica para todos e mais eficiente.

Isto, claro está... desde que os ditos transportes públicos funcionem!

É que, não sei quem é que andará a fazer as contas no Governo, para dizer que a média dos aumentos nos transportes é de 5%, quando na verdade, para muitos milhares de pessoas, é de 20, 30, 50, ou até mesmo 60%! Aumentos brutais e completamente insustentáveis para quem já tem que contar os euros logo desde o início do mês.

Ainda por cima, não só os utentes são obrigados a pagar estes preços acescidos (em muitos casos tendo que começar a fazer parte do percurso a pé para evitar pagar aquela "zona" e com isso poupar uns euritos), como hoje são confrontados com a melhor forma de celebrar esses aumentos: uma nova greve que os deixa apeados!

Eu não faço ideia porque motivo parece ser tão complicado ter um sistema de transportes públicos auto-sustentável... Será que não há países que possam servir de exemplo para uma boa gestão dos transportes? Sistemas que funcionem, com preços acessíveis e trajectos bem pensados para servir a população?

É que desta forma, parece-me que tal como nas SCUTs, estes aumentos apenas servirão para que menos gente possa dar uso aos transportes públicos... e com isso tornar estas empresas ainda mais insustentáveis.

E de insustentável em insustentável... daqui a pouco já ninguém se pode dar ao luxo de trabalhar em Portugal, e passamos todos a viver de subsídios de desemprego e rendimentos sociais... vindos de um cofre que já só guarda teias de aranha...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails