terça-feira, 14 de junho de 2011

Gestão à Pressão nas Autarquias

Novamente, desculpem lá vir desabafar para aqui, mas não posso deixar de me sentir "doente" com o tipo de coisas que vou vendo e ouvindo...

Veja-se por exemplo o caso das dívidas milionárias de algumas (todas?) as Autarquias, que no caso de Espinho se aproxima dos 50 milhões de euros!

Ora, segundo a wikipedia:

Autarquia - (do Grego αuταρχία, composto de αuτός (si mesmo) e αρχω (comandar), ou seja, "comandar a si mesmo" ou "auto comandar-se") é um conceito pertinente a vários campos, mas sempre lidando com a idéia geral de algo que exerce poder sobre si mesmo.


Não estou a pôr em causa se o dinheiro terá sido bem, ou mal, aplicado - mas, quando agora vemos os responsáveis dizer que com algumas medidas "duras" esperam conseguir cortar a despesa e regularizar as contas, não consigo evitar perguntar: "Mas que raio? Só agora com as imposições da troika é que esta gente se lembra que o seu dever é gerir bem!?!"

Isto é... se o dinheiro não tivesse acabado, continuaria tudo a gastar o que tem e o que não tem, como se tudo estivesse bem?

Sinceramente, não compreendo... e não deixa de ser um sinal que algo vai mal neste sistema que deixa continuamente que o dinheiro desapareça "sabe-se lá por onde", sem que os responsáveis por tal sejam responsabilizados - ou punidos, caso fosse caso disso.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails