sábado, 27 de setembro de 2008

Condução em Portugal

Parece que novamente a condução está na ordem do dia - se é que alguma vez deixa de estar.
Dizem-nos os "entendidos" que novas medidas irão ser implementadas até 2015, para reduzir a sinistralidades rodoviária.

Eu não tenho nada contra.

Carta por pontos? Venha ela!
Aliás, até já deveria existir há muito - especialmente para aquele animal ao volante de um veículo que frequentemente se cruza comigo e que parece ser dono das estradas por onde acelera.

Ainda hoje, vinha eu calmamente no limite de 50Kmh/h da estrada por onde seguia quando vejo os condutores da faixa contrária a mandarem-se todos para a berma!
E claro está, lá vinha o animal a acelerar feito maluco, a ultrapassar tudo e todos com total desrespeito por quem vinha na sua devida faixa.
(Este é o mesmo tipo que da outra vez me ultrapassou assim que o semáforo ficou verde - estando atrás de mim - estilo arranque de uma partida de F1!)


No entanto, e voltando às medidas que vão ser aplicadas, não posso deixar de me rir quando vejo coisas como:

novos sinais de trânsito serão introduzidos, designadamente o sinal de proibição de conduzir a mais de 30 quilómetros/hora em algumas ruas das cidades.

Dentro das cidades, a Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária tem como objectivos operacionais a «melhoria do ambiente rodoviário em meio urbano» e a «fiscalização do estacionamento em meio urbano e do comportamento dos peões». 

Limites de velocidade??? Que diferença vai isso fazer se ninguém cumpre os limites de 40 e 50 que temos!?!

E fiscalização do estacionamento? Ahaha! Deixem-me rir...
Passo diariamente por dezenas de locais onde se podem ver centenas de carros estacionados ao lado de sinais de paragem e estacionamento proibido.
E a polícia?... Bem passam por eles sem ligar nenhuma como se aquilo já fosse tradição...

Pffft... que palhaçada...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails