sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Mostrar o "dedo" a Trump custou-lhe o emprego mas rendeu-lhe 100 mil dólares


Juli Briskman ganhou fama mundial ao ter sido apanhada numa foto a mostrar "o dedo" à caravana presidencial de Donald Trump quando passaram por ela, mal sabendo as implicações que esse desabafo gestural iria ter.

Após ter sido identificada, Juli teve direito a bem mais que os seus "15 minutos de fama", sendo que a pior consequência foi ser despedida da empresa de construção (Akima LLC) em que trabalhava, por esta manter contratos com o governo e achar que o gesto era desadequado para uma das suas colaboradoras. Mas, se a empresa não gostou, houve quem tivesse gostado, e foi criada uma campanha de ajuda com o objectivo de juntar 100 mil dólares  para ajudar esta mãe solteira.

Em apenas 8 dias a campanha já tinha conseguido angariar mais de 90 mil dólares, e pouco tempo depois já tinha superado o objectivo (neste momento indo com mais de 116 mil dólares).

... Resta agora que Juli também consiga encontrar um novo empregador, cuja visão seja mais coincidente com aquilo que ela fez...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails