quinta-feira, 3 de agosto de 2017

A avioneta na praia da Caparica


A época balnear em Portugal já é tradicionalmente acompanhada por notícias infelizes de afogamentos, mas desta vez a morte veio do céu. Uma avioneta fez uma aterragem de emergência numa praia da Caparica, e acabou por vitimar um homem e uma criança de 8 anos.

É um incidente algo insólito, cujo desfecho poderia ter sido simplesmente mais um "queda de avioneta mata duas pessoas" ou - num mundo ideal - um mero "aterragem de emergência salva duas pessoas"... mas onde a felicidade de saber que duas pessoas conseguiram aterrar um avião com problemas fica manchado pelo facto disso ter sido conseguido à custa da morte de duas outras pessoas, incluindo uma criança.

Mais ridículo (embora compreensível) terá sido a reacção das pessoas na praia, que praticamente queriam linchar os pilotos da aeronave; esquecendo-se que, para além de terem que lidar com o caso nos tribunais, terão que viver o resto da sua vida com o peso de terem morto duas pessoas que apenas tentavam passar um dia à beira mar. Para as famílias e amigos das vítimas... não há qualquer forma de explicar ou justificar o que aconteceu... tal como qualquer familiar de alguém que tenha morrido atropelado não conseguirá deixar de se perguntar "mas porquê?"...

Esperemos é que as mortes neste caso se fiquem por aqui... pois ainda recentemente, e aqui bem perto de mim, houve um caso de uma pessoa que não conseguiu lidar com o facto de ter sobrevivido enquanto os seus amigos morreram afogados, e acabou por se suicidar.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails