domingo, 15 de novembro de 2015

Cheerios com "proteínas" têm poucas proteínas mas muito açucar


Depois dos camarões feitos de algas continuamos numa onda alimentar, e desta vez para mostrar mais um caso que revela que hoje em dia se tem que ter muito cuidado por as coisas nem sempre serem aquilo que querem fazer parecer. Neste caso, que a General Mills está a ser processada por publicidade enganosa quanto aos seus Cheerios com proteínas.

Quem acreditar no que vê na caixa, poderá ser levado a acreditar que a opção pelos Cheerios Protein (em vez dos Cheerios normais) será uma solução mais nutritiva e saudável, com a indicação de que cada dose tem 7g de proteínas face aos 3g da versão normal. O problema é que essa comparação não é justa, uma vez que cada "dose recomendada" tem o dobro (55g) da dose considerada para a normal (28g) - e, ainda pior, contém 17g de açúcar face ao 1g da versão normal.

Se se comparassem porções idênticas, a versão normal teria 6g de proteínas e 2g de açucar; enquanto que a versão "proteínas" tem apenas 7g de proteínas e 17g(!) de açúcar. Coisa que nos EUA é suficiente para ir parar aos tribunais.

Por cá, é mais simples passarem ao lado de todas estas questões, e apostarem em produtos naturais e não processados, que assim já nem se precisam preocupar com os rótulos e ingredientes.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails