quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Carlos - o "maluco" dos computadores


Quando se diz que "a minha vida dava um filme", referimos-nos normalmente a casos como este. Carlos (por acaso não sou eu, ufa!) foi obrigado a passar 3 meses num manicómio, o único problema é que... não tinha qualquer problema mental

Carlos refugiava-se no seu computador por motivos profissionais, fazendo trabalhos para diversos clientes - mas o facto disso ocupar a maior parte do seu tempo (e quase certamente acompanhado de outras situações familiares) fez com que os seus pais o conseguissem internar à força num manicómio, onde acabou por ser obrigado a ficar durante 3 meses, com medicação forçada, e onde por fim já começava a duvidar da sua própria sanidade mental (pudera.)

O caso é arrepiante e dá bastante que pensar... sendo que também irá dar que falar a explicação (ou falta dela) de se conseguir internar compulsivamente alguém que, mesmo depois de uma entrevista inicial, não revelava quaisquer sinais de "loucura" (e no qual terá tido influência o facto de uma das "acusadoras", a sua cunhada, ser médica).

Até lá, e se passam os vossos dias ao computador... talvez seja melhor pedirem um atestado de que o resto da vossa família não sofre de problemas de saúde, mental.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails