segunda-feira, 31 de março de 2014

Vaportini - Bebedeiras inaladas


Parece que a busca pelas bebedeiras também tem acompanhado a evolução dos tempos, e agora há quem se preocupe em ficar bêbedo sem que isso implique uma dose extra de calorias para estragar a linha. A última moda parece ser um aparelho chamado "Vaportini", que permite inalar os vapores do álcool para bebedeiras mais eficientes e imediatas.

O problema é que a inalação de álcool vem acompanhado dos seus próprios perigos, a começar pelo facto de ultrapassar várias barreiras de defesa do organismo contra este tipo de intoxicação. Com as bebidas, a quantidade de álcool absorvido seria limitado pela quantidade que se conseguisse ingerir - e que em casos excessivos poderia levar ao vómito, rejeitando maior quantidade (e mesmo assim, conhecemos bem os exageros a que se chegam). No caso de ser inalado, as pessoas poderão inspirar uma quantidade de álcool superior, pois não têm que lidar com um estômago cheio de bebidas, e arriscando-se a danos mais gravosos para as células cerebrais.

Para além disso, como este sistema utiliza uma chama para aquecer o álcool, dá-se também a combinação "explosiva": chamas, combustível, e pessoas bêbedas.

... Não fosse o potencial risco de (outras) vidas humanas, de vizinhos e familiares, quase que se poderia dizer que seria a selecção natural a encarregar-se de fazer aquilo que lhe compete...


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails