domingo, 4 de agosto de 2013

Ovário confundido com Apêndice mata Mulher Grávida


Não há nada mais aterrador do que confiar o nosso corpo a um cirurgião que vai andar a "remexer" lá por dentro. Mas, considerando que isso é algo que normalmente é feito por motivos "necessários" e não por divertimento, muitas vezes lá tem que ser. Seria esse o caso de Maria de Jesus, de 32 anos, que se sujeitou a uma operação para remover o apêndice intestinal em Inglaterra, mas onde cirurgiões estagiários acabaram por remover um dos seus ovários - num caso que remonta a 2011, e que decorreu sem que nenhum cirurgião mais experiente estivesse presente ou fosse consultado.

A situação torna-se ainda mais absurda quando lhe deram alta 10 dias após a operação, mesmo depois das análises do laboratório terem revelado que o que tinha sido removido não era um apêndice intestinal... num relatório que ninguém leu! Dias mais tarde regressou ao hospital, continuando a queixar-se de dores (pudera!), mas já era tarde demais. Depois de abortar, Maria de Jesus viria a falecer durante o decorrer de uma segunda operação.

Sem querer intrometer-me nessas coisas da medicina, diz-me o senso comum que um ovário não tem nada a ver com um apêndice intestinal, coisa que pude comprovar com umas rápidas pesquisas na internet (não coloco fotos para não estragar o almoço/jantar a ninguém). Mesmo considerando a dificuldade acrescida por estar grávida, não compreendo como alguém poderá ter feito um erro destes... Inacreditável, e revoltante.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails