quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Corte nas Pensões... excepto para Políticos


As coisas vão mal, não há dinheiro, é preciso cortar. Coisas que todos sabemos e que são inevitáveis. Quando tal acontece, podemos até aceitar que seja preciso mexer em coisas que são uma verdadeira traição à confiança dos cidadãos, como "alterar as regras depois do fim do jogo" - como é o caso de se mexerem nas reformas e pensões, depois de uma vida a trabalhar com o objectivo de no final se ter direito a essa compensação. Até aí tudo bem, se não há dinheiro, não há outro remédio...

O que é inadmissível é que com tantos pedidos de sacrifícios e exigências, haja o descaramento de criar um regime de excepção para os políticos!

Nem está em causa que o valor a pagar aos ditos políticos reformados seja muito ou pouco - nem que fosse um único euro - o que está em causa é simplesmente as regras de igualdade, justiça e solidariedade para com o resto do país.

... Que raio de exemplo este em que um político que trabalhe 12 anos possa continuar a passar pela dita crise sem que isso lhe afecte a carteira, mas milhões de pessoas que trabalharam toda uma vida podem ver as tais regras atiradas pela janela e ver as suas pensões cortadas conforme for decidido unilateralmente?

É re-vol-tan-te!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails