segunda-feira, 29 de julho de 2013

Nova Zelândia Expulsa Imigrante por ter Excesso de Peso


Numa altura em que se esperaria que a sociedade avançasse a passos largos para uma nova era de harmonia, eis que nos deparamos com episódios que insistem em nos atirar para uma "idade das trevas". Na Nova Zelândia um um imigrante viu recusada a renovação do seu visto de trabalho com a justificação de que tinha excesso de peso.

Segundo as autoridades neozelandesas, isso faz com que o indivíduo - um chef sul-africano com 130Kg de peso - esteja num grupo de risco quanto a complicações de saúde (hipertensão, diabetes, problemas cardíacos), e que isso representa um custo acrescido no sistema de saúde. Ora... uma justificação que para além de absurda (trata-se de uma indivíduo que está a trabalhar no país, a contribuir e a descontar como qualquer outro nacional) se torna ainda mais ridícula quando se descobre que ele já lá está a trabalhar há seis anos... e que chegou ao país com 160Kg!

Ou seja, ao longo destes seis anos já emagreceu 30Kg, mas só agora as autoridades parecem ter determinado o tal "risco".

Concordo completamente que se combata a obesidade e promova um estilo de vida saudável, para todos... mas se se começa a entrar em discriminações baseados em peso (ou qualquer outra característica) parece-me que as coisas começam a atingir contornos muito, mas muito, preocupantes.

O que virá a seguir? Começar a limitar o acesso à educação apenas para as pessoas que tenham aspecto de serem inteligentes?

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails