sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Correr em Demasia Faz Mal ao Coração


Já todos sabemos que a vida sedentária em excesso provoca riscos de saúde, mas demonstrando que "no meio é que está a virtude", novos estudos sobre desportistas de longa data com actividade intensiva parecem indicar que exercício em excesso também é prejudicial para o coração.

Este estudo acompanhou 52.600 pessoas ao longo de três décadas, e embora os que praticassem desporto tivessem uma taxa de mortalidade 19% inferior aos que não faziam exercício, essa vantagem desaparecia quando se tratavam de pessoas que corriam mais de 30-40km por semana.

O mesmo se aplica à velocidade, aqueles que correm a velocidades mais elevadas (mais de 12-13km/h) perdem igualmente os benefícios face aos que correm mais lentamente.

Estes resultados parecem dar credibilidade aos que defendem que exercício em excesso causa desgaste prematuro do coração - no entanto, há quem refute estes valores. Um cardiologista desportivo de renome (e antigo maratonista) diz que estes dados são manipulados e que há interesses por trás destes anúncios; enquanto outro cardiologista responde a estas acusações dizendo que é precisamente este tipo de atitude de "viciado em desporto" que leva a estes exageros.

Algo que, depois de ter começado a correr e dado uso ao Runkeeper, posso facilmente entender. É fácil sentirmo-nos tentados a querer fazer sempre mais e melhor... e entrar em exageros.


Não sendo especialista em qualquer uma das áreas, parece-me que o mais seguro é seguir as velhas máximas, do "nem 8 nem 80", e por isso, optar por fazer umas corridinhas abaixo das velocidades e das distâncias indicadas. :)



Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails