sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A Cara Água da República



Há muitos sítios em que vemos o nosso Governo e partidos políticos a "meterem água"... e agora é mesmo a água que sobe à tona nas discussões. Em causa, a recusa da se passar a beber água da torneira nas reuniões parlamentares.

Mas não se pense que é uma decisão motivada pelo desprezo de beber um copo de água que tenha saido de uma torneira! Não... segundo o conselho de administração da Assembleia da República, trata-se de uma decisão puramente económica... já que - dizem eles - a água da torneira ficaria mais cara do que beber a água engarrafada!

E é aqui que as coisas ficam interessantes. Dizem eles que a água engarrada custa custa €259 por mês, enquanto que os cálculos para se passar a beber água da torneira faz com que os custos subam para mais de €2700(!) uau!

Dizem eles que para seria esse o custo do enchimento, limpeza, colocação e arrumo dos copos e jarros - jarros esses que também custariam mais de €4500! oh oh!


Para pessoas que dizem que "têm mais que fazer" do que se preocuparem com gastos "ridículos" como o custo da água engarrafada, parecem ter perdido tempo suficiente a fazer um estudo absurdo com valores completamente irrealistas e inflaccionados.

Talvez fosse melhor fazerem um novo estudo que tenha em linha de conta a energia necessária para a criação de milhares/milhões de garrafas plásticas, o seu transporte até à linha de engarrafamento, o seu enchimento, o seu transporte para os pontos de venda, depois para os clientes finais, e depois de bebida, o entulho volumoso que fazem e que vai encher os eco-pontos, para depois gastar energia adicional para ser reciclada. Uma vida inglória e tão desperdiçadora de energia... para uma sociedade que tem água potável a sair de uma qualquer torneira, sempre e quando seja necessária.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails