terça-feira, 18 de outubro de 2011

Políticos imunes aos Cortes

Nunca é fácil reduzir os rendimentos a ninguém... Mas numa altura em que não parecem haver outras alternativas, o povo Português lá se resigna e vai aceitando as medidas impostas.

Medidas que, dizem-nos, são aplicadas de forma justa a tudo e todos... algo que infelizmente se vai descobrindo que - na realidade - não é bem assim.

Nem que fosse apenas por "princípio", os políticos deveriam ser os primeiros a dar o exemplo das dificuldades que estão a exigir a todos os portugueses... mas afinal, parece que andam a gozar connosco!

Veja-se o caso dos cortes, que vão afectar todos os pensionistas... excepto os antigos (e não tão antigos) políticos que recebem subvenções vitalícias!

Até temos um Mira Amaral que vem alegremente dizer que "subvenções não são pensões".

O sistema está bem pensado... é que enquanto a "crise" vai comer o 13º e 14º mês das pensões... como as subvenções são pagas em apenas "12 meses", não há nada para cortar.

Segundo o dicionário:

  • Pensão:  Renda que se paga vitaliciamente ou por determinado tempo a alguém, como recompensa de serviços, etc.
  • Subvenção: Subsídio; auxílio pecuniário
Mas em português real, o significado será:
  • Pensão: paga que te lixas
  • Subvenção: paga tu que isso a mim não me assiste...
E não deixa de ser caricato que na maioria dos casos, quem recebe uma pensão passou uma vida a trabalhar, e não terá outra forma de rendimento; e que no caso dos políticos, as suas "subvenções" se acumulam com outros rendimentos/pensões/ordenados, e que foram conseguidas com apenas meia-duzia de anos de "trabalho"...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails