segunda-feira, 29 de junho de 2009

Portal para a Transparência das Obras Públicas não dá o Exemplo

Parece que a criação do Portal para a Transparência das Obras Públicas não está a ser, ele próprio, muito transparente.
O portal está a ser desenvolvido pela Microsoft, num contrato para o qual não houve concurso público, e onde já há derrapagens.
Segundo o InCI, a elaboração deste portal - que funciona no endereço www.base.gov.pt - foi adjudicada à Microsoft a 27 de Junho de 2008, por ajuste directo, considerando, à data, a urgência de implementação do portal". Nessa altura, as portarias que regulamentam o portal ainda não tinham sido publicadas e estava-se, então, a um mês e dois dias da entrada em vigor do Código da Contratação Pública.

Um site tão bem concebido que terá ficado por uns meros 268.800 euros... aos quais têm vindo a ser aumentados por algumas outras funções extra. Tal como - imagine-se - a inclusão de uma funcionalidade de pesquisa, que orçou em mais 20.000 Euros.

Saliento também que, para um negócio que tanto quer mostrar a transparência...

(...)fonte oficial da empresa limitou-se a confirmar a adjudicação de um contrato de serviços com o InCI, que o projecto ainda está em curso, e que está disponível uma versão da solução em produção, sem referir qualquer atraso. Mas recusa-se a falar dos detalhes que envolveram o processo de desenvolvimento já que estes pertencem "à esfera privada da relação contratual que estabelecemos com os clientes e que não são do domínio público".

Ora boa! Assim é que é!


... Mais vale continuarmos a usar sites que permitem pesquisar esses dados dos (des)ajustes directos de forma mais transparente... e que nem nos custaram (a todos) tantas centenas de milhar de euros dos nossos impostos!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails