segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Shell e Exxon sabiam impacto das emissões em 1980 e mantiveram estudos secretos


O escândalo dieselgate custou milhares de milhões de euros à VW, mas talvez se devesse olhar com mais atenção para a verdadeira origem do problema. Descobriu-se que empresas petrolíferas como a Shell e Exxon tinham realizado estudos, já nos anos 80, sobre o impacto das emissões poluentes dos combustíveis, que alertavam para as situações que agora estamos a viver - e mesmo assim, fecharam os estudos nas gavetas, mantendo a sua posição de que não haveria "alterações climáticas", sabendo que isso era mentira.

Dá-se até o caso de, na discussão interna destes estudos, que acautelavam a subida do nível do mar por causa do aumento da temperatura e degelo das calotes polares, alguns dos executivos dizerem que isso não seria tão grave quanto um "holocausto nuclear" (ainda um receio presente na década de 80), ou a "fome à escala mundial".

Vindo da indústria que também sabia o impacto do chumbo nos combustíveis mas o defendeu durante décadas... já nada é de surpreender, mas seria tempo de agora por estas empresas a pagarem por tudo aquilo que fizeram (e continuam a fazer).

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails