sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Povoação no Canadá sofre há 17 anos com cheiro nauseabundo de fábrica abandonada


Se pensam que viver perto de uma ETAR será problemático em termos de cheiros, fiquem a conhecer o caso de St. Mary's no Canadá, que sofre há mais de uma década com o cheiro nauseabundo que emana de uma fábrica falida que ainda mantém tanques com molho de peixe apodrecido.

Quando várias inspecções encerraram a fábrica por não cumprir as regras sanitárias básicas, há 17 anos, os habitantes esperavam que as coisas rapidamente regressassem à normalidade. Mas o problema é que no interior da fábrica, o molho de pixeis começou a apodrecer e a fermentar, e tem causado vagas de cheio nauseabundo que parecem estar a ficar cada vez piores, e que muitas vezes se tornam insuportáveis quando o tempo fica mais quente, obrigando residentes a fugirem para casas de amigos e familiares mais distantes.

Não ajudará que, ao longo dos anos, não tenha sido fácil encontrar empresas que estejam dispostas a limpar os 150 depósitos de 12 mil litros com molho que vão transbordando para o chão e enchendo a fábrica (quando o molho começou a escapar para o sistema de esgotos e a chegar ao mar, taparam os canos com cimento). Uma das últimas que disse fazer o serviço acabou por ser interrompida, quando foi apanhada a simplesmente despejar o molho fermentado directamente no oceano!

Estima-se que fazer a limpeza de forma adequada seja coisa para custar perto de 700 mil dólares canadianos, o que está muito para além do que a pequena povoação de 400 habitantes pode pagar. Até lá... nem quero imaginar o que será viver num local assolado por tal mau cheiro!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails