quinta-feira, 10 de março de 2016

Mãe "pró-armas" leva tiro acidental do filho de 4 anos


Justiça poética ou quase-tragédia que se poderia evitar? Uma mãe que é uma forte activista defensora do direito às armas nos EUA levou um tiro do seu próprio filho, de 4 anos, enquanto conduzia. A criança terá descoberto uma pistola debaixo do assento, e acabou por disparar a arma, que atravessou o banco do condutor e acertou na mãe.

Decerto não será preciso muito para imaginar o que poderia ter acontecido caso a bala tivesse provocado ferimentos mortais na mãe - ou, pior ainda, que resultasse na morte da própria criança.

... Mais interessante será ver se este episódio fará a mãe mudar de ideias, ou a tornará numa defensora ainda mais devota do direito de utilização das armas... mesmo quando isso implica levar um tiro do próprio filho. Por certo ainda irá argumentar que foi devido ao treino que tem dado ao filho que o tiro não acertou em nenhum orgão vital permitindo que sobrevivesse para contar a história. ;P

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails