quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Motivos para ser internado num asilo psiquiátrico entre 1864 e 1889


Da próxima vez que pensarem que vivem numa sociedade demasiado "louca", talvez seja bom recuar cerca de 150 anos e ver o tipo de coisas que, de 1864 a 1889, pareciam dar motivos para se ser internado num asilo psiquiátrico.

Temos coisas tão curiosas como "problemas domésticos", "excitação mental", "ter pais que eram primos", "rumores de ter morto o marido", "sedução não consumida", "superstição", "política", "ler novelas", "entusiasmo religioso", ou até "levar um coice de um cavalo na cabeça" - entre muitas outras.

Também curioso é a quantidade de motivos sexuais ou relacionados que poderiam atirar alguém para estes locais, e que vão ao ponto de incluir não só o "abuso sexual" como também o "abuso sexual excessivo". Por fim, um que se calhar ainda hoje se aplicaria (ou deveria aplicar)... a ganância era motivo para ser internado; e também as más companhias.

Mas divirtam-se com a lista completa, já a seguir:


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails