sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O Topless da Kate


A sério que não percebo a escadaleira que se consegue fazer por causa de um par de mamas - ou tão pouco o dos mamilos de uma Janet Jackson, que também horrorizaram os EUA. Isto é... claro que percebo o fascínio humano pelas glândulas mamárias femininas, essenciais para a sobrevivência da espécie, e que permitem um contacto quase indispensável entre as progenitoras e os seus descendentes. Mas daí a fazer o circo mediático que se faz... não sei.

Umas fotos pixelizadas da Kate Middleton em topless andam agora a correr o mundo, com processos e multas aos jornais que as publicaram.

Mas... sendo britânicos, será que esta gente não vem tantas vezes ao Algarve precisamente para pôr as suas mamas ao léu? Não falo do homens, pois esses têm o privilégio de andar quase sempre em topless - mesmo quando a sua figura melhor seria coberta por uma tenda (que nalguns casos teria que ter a dimensão da tenda do Khadafi). Mas se os homens podem, porque não as mulheres, que incomparavelmente são muito mais (bem) proporcionadas nessa área?

Porque será que as mamas, depois de quase todos terem mamado nelas na sua infância, continuam a ser algo que tantos insistem em ser quase anti-natural?

... Expliquem-me, que eu agradeço.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails