quarta-feira, 27 de junho de 2012

Saber se se é Espiado Viola a Privacidade?


Enquanto por cá as brincadeiras com os espiões são aquelas que todos sabemos, muitos dirão que é coisa que "só mesmo em Portugal". Mas... será que nos outros países não teremos casos igualmente caricatos que nos fazem pensar em que mundo vivemos nós?

Vamos sobrevooar por cima das terras dos espiões de sua majestade, e vamos pousar nos EUA, terra da liberdade. Liberdade essa tão liberal que dá permissão para que a NSA (agência de segurança nacional) possa espiar as chamadas e emails dos cidadãos assim só "porque lhes apetece". (Sim, sem sequer ser necessária "causa provável", bastando apenas que seja uma comunicação com uma pessoa que se "pense" estar no estrangeiro!)

Ao que parece, também apeteceu a dois senadores fazerem perguntas sobre o que se passa, e que gostariam de saber quantos americanos a NSA está a espiar?

E é aqui que a coisa se torna quase cómica, não fosse o facto de serem coisas sérias, é que o Inspector Geral da NSA disse que compilar esses dados sobre quem está a ser espiado seria uma violação da privacidade das pessoas afectadas.

... Errrr... hummm... sim... parece que vale a pena repetir: saber quem é que está a ser espiado constitui uma violação da sua privacidade! Ah boa!


Para além disso, mesmo quando se frisa que apenas se quer ter uma ideia da ordem de grandeza do número de americanos sob vigilância, o mesmo Inspector diz que isso isso está para além das capacidades do seu observatório sobre a NSA, e que seria impossível dedicar recursos a essa tarefa para se chegar a um número.

... Parece-me que a Républica das Bananas se anda a infiltrar por muitos mais países do mundo... se é que ainda há algum que escape.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails