sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Khadafi, Ghadafi, Kadafi, Gaddafi


Era um dos nomes mais conhecidos da história recente - embora ninguém parecesse acertar numa forma única de escrever o seu nome. O antigo ditador e líder da Líbia, responsável por guerras e atrocidades, mas que tão depressa era considerado ditador como de seguida convivia com os mais altos líderes mundiais, chega a um triste fim, abatido como um animal nas ruas do seu país.


Adorado por uns, odiado por outros, a imagem de Muammar Gaddafi que ficará para a posteridade é a de um corpo disforme e sem vida... E se uns condenarão a forma como tudo isto se passou - interrogo-me sobre se teria sido melhor arrastar o "circo" mediático durante anos, com julgamentos internacionais, e se calhar acabando com ele exilado a viver luxuosamente num qualquer destino paradisíaco...

Se a regra dita que não se possa aceitar a violência como forma de resolver os problemas, parece-me que infelizmente continuarão a haver casos que justificam a excepção...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails