segunda-feira, 31 de março de 2008

Aluguer de Contadores e Outras Roubalheiras

Supostamente, houve uma lei que foi aprovada para acabar com a chulice que são o pagamento dos alugueres de contadores relacionados com serviços como a luz/água/gás, etc.

Nunca percebi a lógica de se ter que pagar - durante o resto da vida! - por uma coisa (o contador) que já pagamos (a electricidade, água, gás) em proveito de quem fornece o serviço.

Mas, considerando a nossa tradição em sermos chulados - como as assinaturas de telefone, que sempre pagamos mesmo não usando - acho que estas empresas estão tão mal habituadas como os consumidores portugueses, que já acham tão normal que nem reclamam.

No entanto, obviamente que o resultado prático desta lei não é bem aquele que se esperava.

No caso da EDP, em vez de aluguer do contador passamos a ter a "potência contratada".
(Mas que é isso? Então, pagamos a electricidade que usamos + a tal "potência contratada"? É a mesma roubalheira, apenas com novo nome)

Na água, ainda nem sequer me dei ao trabalho de ver, mas com tantas taxas (lixo, saneamento, e sei lá que mais) não me admira nada que metam lá mais uma taxa de torneiras mal-fechadas, e pimba.

No gás, os pobres desgraçados da empresa que fornecem o gás ao condomínio ainda não se actualizaram, e ainda vem o custo do contador lá discriminado...

Algum de vocês pode ver como é que aparece nas vossas facturas do gás?

(Mas tenho quase a certeza que mesmo que reclame do caso, eles passam esse custo para uma taxa de "potência do gás contratado"!)

Justiça para o consumidor? Isso é que nem vê-la...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails